joomla 1.6

Dicas para higienizar as escovas de cabelo

Assim como limpar os pincéis de maquiagem é uma prática fundamental para a saúde da sua pele, manter as escovas de cabelo devidamente higienizadas é um hábito que garante madeixas mais bonitas e sadias. Afinal, escovas sujas e com fios de cabelo acumulados são difíceis de usar e podem acabar até mesmo comprometendo um penteado.

Com o passar do tempo, as escovas acabam acumulando resíduos de cosméticos, células mortas, oleosidade e poeira, formando um ambiente que facilita o surgimento de ácaros, fungos e bactérias que podem ser transportados para os cabelos e afetar seriamente o couro cabeludo, dando origem à caspa ou outras doenças.

Mais do que uma questão de beleza, limpar as escovas de cabelo regularmente faz bem à sua saúde. Então confira estas dicas para saber como higienizar adequadamente suas escovas de maneira prática, rápida e eficiente.

 

 

 

A frequência da limpeza

Quando falamos em higienização de escovas, existe uma regrinha básica que, se devidamente seguida, facilita muito a limpeza desses acessórios: retirar os fios de cabelo sempre após o uso.

Infelizmente, muitas mulheres têm o hábito de deixar que os fios se acumulem ao longo de vários dias na escova para então limpá-las de uma única vez. Além de errado, esse costume danifica o acessório e diminui sua durabilidade, já que os fios emaranhados forçam e enfraquecem as cerdas na hora da retirada.

Sempre que pentear ou desembaraçar os cabelos, gentilmente, com as mãos ou com o auxílio de um pente, retire os poucos fios que ficarem depositados na escova e descarte-os. Uma vez por semana, lave suas escovas em água corrente e, a cada dois meses ou sempre que sentir necessidade, deixe-as de molho em água morna por alguns minutos.

É importante lembrar que cabeleireiros e outros profissionais de beleza precisam higienizar suas escovas com mais frequência, pois seu trabalho faz com que o acessório tenha contato com muitas pessoas diferentes. Com a vantagem de que a limpeza regular contribui para a durabilidade e conservação das escovas, ou seja, mesmo com o uso intenso, os profissionais terão seus acessórios por mais tempo.

Como lavar as escovas de cabelo

O primeiro passo da limpeza é eliminar todos os fios de cabelo que possam estar presos no acessório. Para facilitar esse processo, você pode utilizar um pente. O mais comum é que os dentes sejam utilizados para retirar os cabelos, mas essa prática pode acabar danificando o pente, então reserve um acessório somente para essa finalidade ou prefira limpar a sua escova com o cabo do pente.

Para a limpeza semanal, você vai precisar de uma esponja macia, sabão ou shampoo neutro e água corrente. Umedeça a esponja e passe uma pequena quantidade de sabão ou shampoo neutro. Coloque a escova sob a água corrente e esfregue-a gentilmente até eliminar todos os resíduos, tomando cuidado para não danificar as cerdas. Enxágue bem, elimine o excesso de água e deixe secar naturalmente.

Os especialistas alertam que acelerar a secagem das escovas com secadores de cabelo pode estragar os acessórios. O calor excessivo lançado diretamente sobre as cerdas diminuiu a vida útil das escovas.

Para a limpeza que deve ser feita a cada dois meses ou sempre que você notar que a escova está com uma grande quantidade de poeira e oleosidade acumuladas, você vai precisar de uma esponja macia, água sanitária ou sabão neutro, sabonete líquido e água quente. Escolha uma bacia que permita mergulhar completamente a escova, encha-a com água quente, pingue algumas gotinhas de água sanitária ou sabão neutro e coloque a escova. Adicione ainda uma colher de chá de sabonete líquido na água e deixe a escova repousar de molho de 15 a 30 minutos, dependendo da quantidade de sujeira que estiver impregnada no acessório.

Após essa etapa, lave a escova seguindo os passos da limpeza semanal e deixe secar naturalmente. É importante que essa higienização completa seja feita com uma escova de cada vez para garantir a eficiência da limpeza. Sempre que for repetir o processo, elimine toda a água utilizada antes de lavar uma nova escova.

Escovas especiais pedem cuidados especiais

As recomendações de limpeza descritas acima servem para escovas confeccionadas em madeira. Elas podem ser mergulhadas na água sem nenhum problema, pois seu material recebe um tratamento para suportar a umidade sem estragar o acessório. Mas existem tipos especiais de escovas que requerem cuidados diferenciados. É o caso das peças com detalhes metálicos, plásticos ou em porcelana. Saiba mais como higienizar cada uma delas:

Metálicas

 

As escovas metálicas não são resistentes à umidade, pois podem acabar oxidando e inutilizando o acessório. Então, para evitar a oxidação, redobre os cuidados na hora de higienizar suas escovas. Sempre que lavar os acessórios, procure minimizar o contato da peça com a água. Não se recomenda deixá-las de molho, por exemplo. Por isso, lave-as rapidamente e enxugue bem as escovas com um pano seco e limpo para retirar todos os rastros de água.

Porcelana

As escovas de porcelana são bastante delicadas e merecem mais atenção durante a limpeza. Com um algodão levemente umedecido, limpe toda a peça, especialmente entre as fileiras de cerdas. Se achar necessário, utilize uma pequena quantidade de sabão neutro para ajudar a eliminar a sujeira.

Plástico

 

As escovas almofadadas possuem partes confeccionadas em plástico que também não podem ser mergulhada na água. Para higienizá-las, esfregue as cerdas com o auxílio de uma escova de dente ou uma esponja macia umedecida com água e sabão neutro. Enxague cuidadosamente e deixe o acessório secar naturalmente.

Fonte: Toda Ela